quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A importância das Redes Sociais nas assessorias de imprensa

Por Vanessa Lelis

Entrevista realizada dia 13/10 com a jornalista Thaís Puntel, que trabalha há oito meses, na Superintendência Central de Imprensa da Subsecretaria de Comunicação Social do Governo do Estado de Minas Gerais.

Há quanto tempo você está na empresa?
Oito meses

Qual é o cargo que ocupa?
Editora do site Agência Minas e coordenadora de Redes Sociais do Governo de Minas.

Descreva sua profissão.
Como editora do site de notícias do governo, seleciono as notícias que devem ou não ser publicadas e quais merecem destaque na capa, confiro as informações e edito os textos conforme as regras gramaticais e a linguagem jornalística. Nas redes sociais, cuido de divulgar as notícias da Agência Minas pelo Twitter, atender demandas que chegam através deste canal e monitoro o ambiente online. Também estou desenvolvendo um projeto para articular e alinhar os órgãos do Governo de Minas em relação à utilização das redes sociais.

Qual a importância deste profissional, nos dias de hoje, dentro das assessorias de imprensa?
Qualquer empresa hoje deve estar presente na internet e nas redes sociais, que são canais de comunicação extremamente abrangentes, rápidos e eficientes. A transparência governamental é uma tendência da democracia e uma forte demanda da sociedade. Divulgar ações e notícias, disponibilizar serviços, abrir o diálogo e promover a interatividade entre Estado e cidadão é um dos caminhos para alcançar esse objetivo, melhorar a gestão, estreitar os laços e incentivar o interesse e a participação civil nos assuntos públicos. No entanto, esta abertura e o convite à participação do cidadão nos desafiam a lidar com condutas e reações imprevisíveis. Por se tratar de conteúdo institucional, são necessários profissionais preparados para lidar com os diversos temas da esfera governamental, da saúde à educação, da economia à defesa social. Uma informação equivocada nos sites ou perfis oficiais, somada à velocidade da informação na web, pode ser desastrosa para a organização ou ainda provocar situações de falso alarme na sociedade, por exemplo.

Nenhum comentário: